Quantas vezes ouve “Não consigo porque estou com falta de tempo!”

Mas o tempo é igual para todos!

Recebemos de forma igual 24h por dia para “gastarmos” da forma que melhor entendermos e, terminando esse tempo, recebemos novo bloco de igual proporção, recebendo também dessa forma uma nova oportunidade para fazermos dessas horas um melhor aproveitamento.

O que acontece na maioria das vezes, é que não estamos a investir as nossas preciosas horas em prioridades.

E não o fazemos por falta de capacidades, por falta de meios, por sermos menos bafejados pela sorte do que os outros. Fazemo-lo porque simplesmente não temos consciência de quais são as nossas prioridades, não temos métodos de gestão de tempo, não distinguimos as tarefas essenciais das supérfluas.

Em PNL (Programação Neurolinguística) um dos pressupostos é que “se é possível para um, é possível para todos”. Logo, o que temos a fazer, é analisar o que motiva a nossa percepção de “falta de tempo” e agir sobre essas premissas.

Olhe para os casos práticos que o rodeiam e que se assemelham ao equilíbrio que pretende alcançar, estude e analise esses exemplos e ponha em prática.

“Potencial, sem ação e resultados, é apenas uma possibilidade”.

Alguns pontos básicos para uma boa gestão de tempo são:

– Tome consciência das suas prioridades, se não souber o que é realmente importante para a sua vida, não irá direcionar o seu foco nesse sentido;

– Anote as sua tarefas e agrupe-as em tarefas essenciais profissionais, tarefas essenciais pessoais e tarefas supérfluas;

– Elimine todas as tarefas supérfluas que possa e diminua drasticamente o tempo dispensado com este tipo de tarefas;

– Organize blocos de ação, ou seja, agrupe tarefas do mesmo tipo e que se complementem e realize-as no mesmo período (que deve ser previamente estipulado);

– Analise o tempo que dispensa com cada tarefa e, sendo necessário, melhore processos e procedimentos;

– Não seja multitarefas. Ter capacidade de realizar tarefas variadas, não quer dizer que as realize todas ao mesmo tempo. Dê início, meio e fim às suas tarefas e só passe de uma para outra quando fizer “check” na anterior;

– Descanse! Não cumprir o tempo de descanso que o seu organismo necessita, tem um impacto profundo na sua concentração e raciocínio, o que aumenta exponencialmente o tempo para a realização das tarefas estipuladas;

– Perceba que a sua vida tem uma vertente profissional e uma vertente pessoal e é essencial atingir o equilíbrio entre estes dois lados. Organize a sua agenda sempre com isto em mente.

Leave a Reply

×