Quantas vezes se depara com um “podia estar melhor” quando pergunta a alguém se está tudo bem?

Então se podia estar melhor, por que não está?

Já pensou o que dizer “podia estar melhor” influencia todo o seu dia e também a sua vida?

Temos uma tendência extrema em retirar apenas o lado negativo das nossas experiências, pelo menos das que correram não tão bem quanto desejávamos.

Só que nos esquecemos que também as experiências menos boas nos adicionam algo e é uma componente de excecional importância, pois adicionam-nos aprendizagem!

Desde crianças que somos levados a olhar para o erro como algo negativo e não com esta perspetiva de crescimento e de evolução.

Mas… se nós nunca errarmos não conseguimos evoluir, pois continuaremos a agir sempre da mesma forma, a forma segura, e se o fizermos nessa base num iremos arriscar e logo, estaremos a condicionar a nossa evolução.

E não é só desta forma que olhar para tudo numa perspetiva negativa influencia a nossa vida!

Toda a nossa vivência assenta num sistema interligado e cíclico: um pensamento transforma-se num sentimento, que posteriormente irá influenciar a nossa forma de agir e essas ações irão determinar os nossos acontecimentos.

Ou seja, tudo começa na nossa mente!

E o nosso grande problema é que estamos constantemente a alimentar este nosso crítico interno (já anteriormente falei de uma dessas situações no artigo “Redes Sociais – O Alimento do Crítico Interno”).

Já se apercebeu como nós gostamos de nos queixar das nossas maleitas quando estamos com outras pessoas, parece quase uma competição de quem está pior, e como gostamos de criticar os outros quando não estão por perto (não no sentido positivo e construtivo que a palavra pode ter)?

E sem nos apercebermos, vamos criando um crítico interno gordinho e afoito, sempre pronto para a ação.

E é por isso que na maioria das vezes, quando as adversidades nos aparecem, sejam elas grandes ou pequenas, muitos de nós quebram, pois somos engolidos por um tsunami de negatividade, que fomos acumulando dentro de nós ao longo do tempo.

Mas não tem de ser assim…

Eu própria sei que agir de acordo com uma mente positiva nos pode salvar a vida (esta é uma história que ficará para uma outra altura!).

Aquilo que vos deixo aqui hoje é:

– Analisem a vossa comunicação diariamente (a verbal e a não verbal) e antes de tudo o resto tenham consciência dela;

– Percebam quais as expressões negativas que utilizam habitualmente e substituam-nas por expressões positivas, tendo sempre em mente que aprendizagens podem retirar dos acontecimentos e experiências que vivenciam;

– Não falem dos outros como não gostariam que falassem de vocês (ouvimos isto desde crianças e é bem verdade, pois o outro é o nosso próprio espelho);

– Não tenham medo de arriscar e de errar, é isto que vos vai possibilitar evoluir, seja em que área da vossa vida for;

– Quando vos perguntarem se estão bem, respondam que estão “Maravilhosos”, afinal de contas estar dessa forma só depende de vocês mesmos;

– Amem-se… sejam amáveis convosco próprios e assim conseguirão despertar a amabilidade dos outros;

– Sorriam o máximo que conseguirem. O sorriso faz libertar endorfinas que melhoram o humor e combatem o stress e além disso promovem a empatia, pois o sorriso é contagioso;

– E acima de tudo quebrem o ciclo: pensem positivo, para gerar sentimentos calorosos, que vos façam agir com determinação, empenho, foco e confiança e que vos proporcionem experiências únicas e enriquecedoras!

Leave a Reply

×